Página principal

De wiki2
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é a nova Wiki da Pastoral da Criança. Colocaremos gradualmente o conteúdo da atual Wiki nesta página e, quando o conteúdo já for suficiente, inverteremos o nome das Wikis passando esta a ser a oficial e a atual ArquivoWiki.

Como usar esta Wiki:
Acesse o tutorial feito pelo Paulo da nossa TI clicando aqui.
Acesso as ajudas feitas pelos criadores da Wiki:

Documentos

Documentos da Igreja

Documentos oficiais da Pastoral da Criança

Relatórios Anuais

Arquivos de Palestras

Clique aqui para acessar alguns arquivos de apresentação (tipo power point) de palestras realizadas para diversos públicos.

Capacitações

Guia do Líder 2015

Para acessar os materiais utilizados na capacitação do Guia do Líder 2015 clique aqui.

Acompanhamento Nutricional

Para acessar os materiais utilizados na capacitação do Acompanhamento Nutricional clique aqui.

Oficina Desenvolvimento Infantil

Para acessar os materiais utilizados na capacitação do Desenvolvimento Infantil clique aqui.

Formação Contínua

Para acessar os materiais utilizados na capacitação na Oficina de Formação Contínua clique aqui

Fichas de Cadastro de Capacitações

Para acessar todas as fichas de capacitações clique aqui

Vídeos Explicativos

Acessar vídeos

Vídeos Explicativos App Visita Domiciliar

Assembleias Estaduais

Encontros Regionais

Prestação de Contas

Listas Tríplices

Historico Setores

Sistema de Informação

Classificação dos Setores

  • Clique Aqui para Acessar video Explicativo sobre a Classificação dos Setores
  • lista dos Setores por pontuação alcançada na necessidade de atenção.
  • Setores que necessitam de maior atenção:
Prioridades Nacionais:
- Setores com menor pontuação no Brasil: lista dos 30 Setores com menor pontuação e que estão sob cuidados da Coordenação Nacional, sem excluir os responsáveis definidos nas normas da Pastoral da Criança.
- os cuidados que estes Setores merecem são semelhantes ao de uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Veja aqui quais são estes cuidados.

O objetivo para estes Setores é subir sua pontuação de forma a que fiquem entre os 200 melhores.

***************************************************
Prioridades Estaduais:
- Setores com menor pontuação no Estado: lista sob responsabilidade Coordenação Estadual.
- os cuidados que estes Setores merecem são semelhantes ao de uma enfermaria hospitalar. Veja aqui quais são estes cuidados.

O objetivo para estes Setores é subir sua pontuação de forma a que fiquem entre os 2/3 melhores do estado.

- Setores com perda de muitas crianças: lista dos Setores com queda recente do número de crianças acompanhadas sob cuidados da Coordenação Estadual.
- os cuidados que estes Setores merecem são semelhantes ao de um Pronto-Socorro. Veja aqui quais são estes cuidados.

O objetivo para estes Setores é recuperar rapidamente o número de crianças acompanhadas.

Setores de Expansão

  • Setores para expansão da PASTORAL DA CRIANÇA Setores expansão

Setores Exceção

  • Setores exceção da PASTORAL DA CRIANÇA Setores exceção

Modelo de Acompanhamento Coordenação Nacional

  • Condições Necessárias e Suficientes para uma Boa Coordenação conforme o Planejamento ZOPP feito durante a Assembléia Geral 2013.
  • Equipe da Coordenação Nacional de acompanhamento dos Setores UTI,ENFERMARIA E EXPANSÃO Atribuições

Assembleia Geral 2013

Assembleia Geral 2013

Assembleia Geral 2014

Assembleia Geral 2014 - realizada em 14 e 15 de janeiro de 2015

Assembleia Geral 2016

Assembleia Geral 2016 - realizada em 21 e 25 de novembro de 2016

Celebração da Vida no Museu

A Celebração da Vida é um dia em que as famílias e os líderes da Pastoral da Criança se reúnem, em um espaço da própria comunidade, para avaliar o desenvolvimento de suas crianças, trocar experiências e celebrar os resultados alcançados.

A organização desse encontro é uma das três atividades principais do líder da Pastoral, junto com a Visita Domiciliar e a Reunião para Reflexão e Avaliação. O Museu da Vida tornou-se também um local possível para esta celebração.

Aqui, crianças e adultos poderão aproveitar uma grande área verde e espaços seguros para o livre brincar. Haverá uma equipe a postos, para promover atividades na Rua do Brincar e na Trilha do Bosque. Os participantes poderão também visitar as exposições internas do Museu, elaboradas para toda a família curtir junta.

Além disso, mesmo as comunidades que ainda não realizam a ação de Acompanhamento Nutricional, poderão conhecê-la e participar. Por meio desta ação é possível determinar, de maneira mais precisa, o diagnóstico nutricional das crianças, através do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) – que relaciona peso, altura e idade.

Todas as comunidades da Arquidiocese de Curitiba e da Diocese de São José dos Pinhais terão a oportunidade de realizar a Celebração da Vida no Museu. A intenção é que essa atividade aconteça da mesma forma que ocorre na comunidade, mas em um local diferente. Para isso, as equipes da Pastoral da Criança dessas comunidades devem agendar sua vinda.

Cada comunidade juntamente com o coordenador(a) setorial fica responsável por articular o transporte para o deslocamento até o museu da vida.

Saiba mais informações pelos seguintes contatos:

Contato: Adília/Camila

Telefone: (41) 2105-0231

E-mail: [1]

Orientações Celebração da Vida

Orientações

  • O agendamento precisa ser feito no mínimo com 30 dias de antecedência;
  • O número máximo de comunidades por dia é de 6;
  • Será oferecido 3 variedades de frutas, sempre optamos pelas frutas da época
  • O suco deverá ser preparado na Sala Grande Metrópole.
  • O transporte é de responsabilidade da Coordenação de setor articular;
  • Assim como acontece na comunidade, o convite deve ser feito a todas as famílias acompanhadas pela pastoral da Criança sem exceção, deixar bem claro aos pais o dia e horário para que todos possam participar;
  • As datas previstas devem ser encaminhadas à coordenadora do setor que fará contato conosco para agendamentos. Exceto as comunidades de Colombo, onde a pessoa de referência é o Ednilson e para o setor de São José dos Pinhais a pessoa de referência é o padre Ademar.

Líder Colaborador

Líder Colaborador que é aquele que, além de atuar como líder acompanhando gestantes e crianças, tem disponibilidade para capacitar novos líderes (até 3 pessoas) na sua própria comunidade. Conforme as possibilidades de ambas as partes para estudar o Guia e realizar as tarefas práticas.

Objetivo

Facilitar a formação de novos líderes e possibilitar a atuação de líderes com perfil de capacitador.

Proposta

1- O Líder Colaborador não realizaria todas as etapas, ele faria algumas etapas e o capacitador outras. Juntos eles podem pensar qual a etapa que o capacitador estaria realizando e qual o Líder Colaborador;

2- A ficha de inscrição do novo líder é o capacitador que assina; o líder Colaborador fica como auxiliar;

3- Número máximo de pessoas 03;

4- Realização da etapa: poderia ser feita na casa da família acompanhada, referente ao período estudado.

Por exemplo: gestante no 2º trimestre de gestação), caso a mesma permitisse.

Caso não permita, a parte prática (mini-oficinas) aconteceria junto com as tarefas de casa e o Líder Colaborador estaria junto.

Por exemplo: na etapa sobre a gestante no segundo trimestre de gestação, a entrega do laços de amor e a conversa com a gestante já aconteceria com uma gestante acompanhada.

OBS.: caso não seja possível encontrar alguma gestante ou mãe com criança na faixa etária trabalhada na etapa, é possível fazer com gestante ou criança de outro período ou idade. O importante é ter a parte prática com alguma gestante e alguma mãe.

5- Carga horária por etapa 1h30.

Obs.: Não poder acontecer todas as etapas no mesmo fim de semana.

6- Não pode ter várias turmas ao mesmo tempo.

7- Pode começar uma nova pessoa no meio da capacitação. Por exemplo: o Líder Colaborador está capacitando 2 pessoas já estão na 7° etapa e tem mais uma pessoa que quer ser capacitada; então pode começar com ela na 8° etapa e depois que concluir a 16° etapa , retorna para a 1° etapa com esta pessoa que começou depois.

Encaminhamentos

Na Reunião da CNPC na data de 27 de setembro de 2016, ficou resolvido que será realizado teste da proposta em 3 dioceses: Curitiba Norte, Curitiba Sul, Coroatá.

Em Janeiro de 2017 incluímos os setores: Curitiba - Oeste (PR), Santo Ângelo (RS), Sorocaba (SP) e Manaus (AM)

Avaliação

2 avaliação lider colaborador.docx

Dúvidas

1- O líder Colaborador está atuando já faz um ano no seu ramo, e gostaria de ser capacitador. Ela precisa passar por ascensão? Quantas pessoas o líder Colaborador teria que capacitar para se tornar um capacitador?

Relatório Anual