Mortalidade Infantil

De wiki2
Ir para: navegação, pesquisa

Mortalidade Infantil menores de 1 ano, em 2016

A taxa de mortalidade infantil é obtida por meio do número de crianças de um determinado local (cidade, região, país, continente) que morrem antes de completar 1 ano, a cada mil nascidas vivas. Este dado é um aspecto de fundamental importância para se avaliar a qualidade de vida, pois, por meio deste indicador, é possível obter informações sobre a eficácia dos serviços públicos, tais como: saneamento básico, sistema de saúde, disponibilidade de remédios e vacinas, acompanhamento médico, educação, maternidade, alimentação adequada, entre outros. Apesar de ter acontecido uma melhora dos serviços de atenção à saúde nos últimos anos, ainda há um percentual elevado de mortalidade infantil, significando que é preciso continuar insistindo na melhoria dos serviços prestados.

Causas de morte em crianças menores de 1 ano, em 2016

Causa Mortes % Mortes
7 - Hepatite b 1 0,12%
9 - Infecção Intestinal / Desidratação 9 1,04%
10 - Desnutrição 3 0,35%
11 - Parto Prematuro 59 6,84%
13 - Outros problemas do RN 31 3,60%
14 - IRA / Pneumonia/Gripe/Outras 57 6,61%
15 - Meningite 6 0,70%
16 - Septicemia em RN 7 0,81%
17 - Outras Infecciosas 9 1,04%
18 - Afogamento 10 1,16%
21 - Outras Mortes Violentas 1 0,12%
22 - Mal formação severa(morte até 28 dias) 22 2,55%
23 - Câncer / Leucemia 9 1,04%
24 - Outras causas de mortes 56 6,50%
28 - Sífilis congênita 1 0,12%
30 - hipoxia intra-uterina>anoxia 6 0,70%
31 - Diabetes 1 0,12%
33 - Varicela 1 0,12%
37 - Complicações placenta 11 1,28%
38 - Acidente de transporte 9 1,04%
40 - Crescim fetal retardado 21 2,44%
41 - Comp. maternas afetam RN 35 4,06%
43 - Leishmaniose (calazar) 1 0,12%
46 - Toxoplasmose 4 0,46%
49 - Outras anemias 2 0,23%
50 - Tumores 3 0,35%
51 - Ictericia neonatal 2 0,23%
54 - Outras doenças do Ap. digestório 1 0,12%
57 - Outras doença da pele 1 0,12%
58 - Insuficiência renal 13 1,51%
59 - Outra doenças do ap geniturinário 1 0,12%
61 - Acidente animais peçonhentos 1 0,12%
62 - Broncoaspiração (neonatal) 2 0,23%
63 - Asfixia/broncoaspiração( em > 28 dias) 7 0,81%
64 - Hemorragia umbilical do RN 1 0,12%
69 - Atropelamento 1 0,12%
70 - Insuficiência Respiratória do RN 22 2,55%
71 - Septicemia em cça maior de 28 dias 7 0,81%
72 - Anomalias Congênitas(cça>28 dias) 10 1,16%
73 - Asfixia (sufocamento em menor 28 dias) 11 1,28%
74 - Acidentes domésticos 3 0,35%
75 - Baixo peso 3 0,35%
76 - Dengue 1 0,12%
98 - Causas mal definidas (Indeterminadas) 35 4,06%
99 - Causas de mortes não informada 24 2,78%
Mortes sem causa cadastrada 341 39,56%
Total de Mortes 862

Extrato de Janeiro / 2016 até Dezembro / 2016. Fevereiro 2017

Causas de Mortalidade Infanti.jpg

Mortalidade infantil por mil nascidos vivos

Brasil

A taxa de mortalidade infantil no ano de 2016, na Pastoral da Criança, foi de 7,9 (dados enviados pelos líderes por meio das FABS).

Indicador 2016
Mortalidade por mil nascidos 7,9

Regiões

A Região Sudeste foi a que apresentou maior índice de mortalidade infantil por mil nascidos vivos (9,9), no ano de 2016, na Pastoral da Criança.

Regiões 2016
(3) SUDESTE 9,9
(1) NORTE 9,1
(2) NORDESTE 7,9
(4) SUL 5,8
(5) CENTRO-OESTE 5,6

Estados Em relação aos estados, observa-se que o Maranhão (20) apresentou o maior índice de mortalidade infantil no ano de 2016, seguido do Rio de Janeiro (15). Os Estados que apresentaram o menor índice de mortalidade infantil foram: Roraima (00), Alagoas (3,1) e Tocantins (3,8).

Estados 2016
(21) MARANHÃO 20
(33) RIO DE JANEIRO 15
(32) ESPIRITO SANTO 12,1
(13) AMAZONAS 12
(28) SERGIPE 11
(35) SÃO PAULO 11
(22) PIAUI 10,6
(12) ACRE 10,4
(15) PARÁ 9,3
(50) MATO GROSSO DO SUL 8,7
(11) RONDÔNIA 8,5
(53) DISTRITO FEDERAL 8,2
(25) PARAIBA 8,1
(31) MINAS GERAIS 7,2
(43) RIO GRANDE DO SUL 7
(23) CEARÁ 6,5
(52) GOIÁS 6,2
(24) RIO GRANDE DO NORTE 5,9
(41) PARANÁ 5,8
(29) BAHIA 5,7
(16) AMAPÁ 5,6
(26) PERNAMBUCO 5
(42) SANTA CATARINA 4,8
(51) MATO GROSSO 4,6
(17) TOCANTINS 3,8
(27) ALAGOAS 3,1
(14) RORAIMA 0

Dados extraídos em 22/02/2017 15:33:49.