Indicadores Articuladores de Saúde

De wiki2
Ir para: navegação, pesquisa

Articulador de Saúde

O Articulador de Saúde tem a função de ser ponte na comunidade, a partir das necessidades sentidas pelas pessoas ele pode descobrir com a comunidade quais propostas podem trazer o melhor benefício para todos. Como o número de mortes para serem estudadas pelo Articulador felizmente diminuiu no Brasil, orientamos que o Articulador contribua com a defesa do direito à saúde das crianças e suas famílias, evitando doenças e mortes. Dentre estes aspectos destacamos: o acompanhamento da baixa qualidade do serviço de saúde (dificuldades na oferta de exames, não realização da medida da curva uterina, falta de vacinas, medicamentos e suplementos de ferro e ácido fólico, entre outros problemas) e ações para resolver e prevenir estas situações.

Número de capacitados em Articulador de Saúde (P4)

Brasil

Verificamos um aumento não significativo de 13,78% na capacitação de articuladores na comparação de 2017 para 2016,

Variação anual do percentual de novos articuladores de saúde, 2017 e 2016, Brasil.

Número de folhas Comunidades de referência
Indicador 2017 2016 Variação % Valor P 2017 2016 2017 2016
Nº capacitados em Articulador Cons. Saúde (P4) onde atua o capacitado 512 450 13,78 --- 447 409 447 409

Dados extraídos em 19/03/2018 16:29:29. Tempo de extração: 27.08s.

Estados

Nas tabelas abaixo, registramos aumento em 3 regiões não significativo, e queda não significativa no Sul (-9,48%) .

Variação anual do percentual de novos articuladores de saúde, 2017 e 2016, Região.

Regiões 2017 2016 Variação %
NORTE 39 18 116,67
SUDESTE 155 110 40,91
NORDESTE 190 176 7,95
SUL 105 116 -9,48
CENTRO-OESTE 4 --- INDEFINÍVEL

Dados extraídos em 19/03/2018 16:29:29. Tempo de extração: 27.08s.

Estados

Nas tabelas abaixo, compara-se os dados dos anos de 2017 e 2016, de capacitações realizadas para Articuladores de Saúde. Pode-se observar que 8 Estados registraram queda não significativa, 5 Estados alta não significativa e 5 Estados capacitaram em 2017 que não tinham capacitado em 2016 e ainda outro 3 estados que não capacitaram em 2017.

Variação anual do percentual de novos articuladores de saúde, 2017 e 2016, Estado.

Coordenação Estadual 2017 2016 Variação %
RIO DE JANEIRO 43 6 616,67
BAHIA 97 38 155,26
ALAGOAS 13 8 62,5
MINAS GERAIS 50 42 19,05
SANTA CATARINA 29 27 7,41
PERNAMBUCO 32 36 -11,11
MARANHÃO 15 17 -11,76
RIO GRANDE DO SUL 40 49 -18,37
TOCANTINS 7 9 -22,22
PARANÁ 39 51 -23,53
CEARÁ 16 23 -30,43
SERGIPE 11 18 -38,89
SÃO PAULO 36 69 -47,83
PARAIBA --- 12 -100
RIO GRANDE DO NORTE --- 36 -100
AMAPÁ --- 9 -100
PARÁ 17 --- INDEFINÍVEL
ESPIRITO SANTO 30 --- INDEFINÍVEL
PIAUI 16 --- INDEFINÍVEL
GOIÁS 4 --- INDEFINÍVEL
AMAZONAS 17 --- INDEFINÍVEL

Dados extraídos em 19/03/2018 16:29:29. Tempo de extração: 27.08s.

Dioceses

Na tabela abaixo estão algumas das Dioceses em que foram registrados aumentos ou quedas não significativos no período.

Variação anual do percentual de novos articuladores de saúde, 2017 e 2016 Diocese.

Setores 2017 2016 Variação %
Maior
Diocese: Novo Hamburgo 11 2 450
Diocese: Duque de Caxias 5 1 400
Arquidiocese: Belo Horizonte / Belo Horizonte N Sra.Aparecida/Paraopeba 13 3 333,33
Diocese: Passo Fundo 6 3 100
Arquidiocese: São Salvador da Bahia / São Salvador da Bahia - II Região 11 7 57,14
Diocese: Limeira 3 2 50
Diocese: Criciúma 12 8 50
Diocese: Ourinhos 5 5 0
Diocese: Caxias do Sul 3 3 0
Arquidiocese: Niterói 5 5 0
Menor
Diocese: Lages --- 15 -100
Diocese: Jundiaí --- 3 -100
Diocese: Araçatuba --- 3 -100
Diocese: Limoeiro do Norte --- 10 -100
Diocese: Luz --- 9 -100
Diocese: Assis --- 2 -100
Diocese: Macapá --- 9 -100
Diocese: Itapipoca --- 9 -100
Diocese: Marília --- 13 -100
Diocese: Camaçari --- 10 -100

Dados extraídos em 19/03/2018 16:29:29. Tempo de extração: 27.08s.

Envio de FACS

Brasil

A Folha de Acompanhamento do Conselho de Saúde (FAC-Saúde) tem como indicadores: a frequência de reuniões do Conselho de Saúde, a mortalidade infantil do município e a oferta da primeira dose de antibiótico para criança na Unidade Básica de Saúde (UBS). O programa conta com capacitadores em cada estado do país.

Abrangência e variação do envio de FACS, 2017 e 2016, Brasil

Total 2017 2016
Enviadas Válidas Enviadas Válidas Enviadas
FACS 9477 9477 8593 8593
Municípios que Enviaram FACS 892 892 840 840

Fonte:Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores,19/03/2018 as 16:28horas

Brasil

A atuação dos Articuladores junto aos serviços e conselhos de saúde, refletem a sua capacidade de dialogar com os conselheiros e gestores da saúde, prevenir a mortalidade infantil e fortalecer as ações intersetoriais com a participação da comunidade nas instâncias de controle social das políticas públicas.

Abrangência e variação do Articulador da Pastoral da Criança junto aos Conselhos de Saúde, 2017 e 2016, Brasil

Indicadores 2017 2016 % Cresc.
Articulador - Conselheiro Titular 336 336 0
Articulador - Conselheiro Suplente 117 100 17
Articulador - Não é Conselheiro 670 557 20,3
Articulador não informou se é Conselheir 105 72 45,8
% Conselhos com reuniões mensais 73,2 68,1 7,5
% Articulador participou reunião CMS 70,5 71,4 -1,2
% Articulador reuniu-se c/a Past.Criança 87,6 88,3 -0,8
Nº municípios com UBS visitada 789 734 7,5
Nº Un. Bás. Saúde visitadas no mês 1690 1579 7,1
% UBS tem antibiótico no dia 62 59 3,8
% UBS dão 1ª dose do antibiótico 36 34 3,6
Média de mortes < 1 ano informada 90,2 98,6 -8,6
Numero Mortes com Informações facs 756 819 -7,7
% falecidas acompanh. pela Past.Criança 24,6 29,9 -17,8
% Mortes atendidas pelo Sistema de Saúde 59,1 60,8 -2,8
% Mortes atendidas em Posto Saúde 13 13,7 -5
% Mortes atendidas em ambulatório 1,1 2,2 -49,4
% Mortes atendidas em Hospital/Maternid. 52,1 46,2 12,9
% Mortes atendidas em Pronto Socorro 13,6 14,9 -8,2
% Mortes atendidas Hospital Referência 33,1 39 -15
% mortes atendidas em outro Serv. Saúde 0 0,4 -100
% Mortes debatidas com o Serv. Saúde 41,5 41 1,2
% Mortes Crianças debatidas no CMS 22,5 21,5 4,6
% Mortes preveníveis na Familia 31,7 44,6 -28,8
% Mortes preveníveis na Comunidade 22 36,9 -40,5
% Mortes preveníveis pelo Serviço Saúde 37,4 51,6 -27,5

Fonte:Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores,19/03/2018 as 16:28horas

% UBS tem antibiótico no dia

Brasil

Verificamos que neste indicadores houve alta não significativa (2,8%). A campanha para ampliar o acesso à primeira dose do antibiótico começou em 2011. Na época foi divulgado que segundo dados de 2009, do Ministério da Saúde, no Brasil, do total de 43.638 mortes de crianças menores de 1 ano, 3,5% (1.567) foram por pneumonia e do total de 7.488 mortes de crianças entre 1 e 4 anos, 10,5% (786) foram por pneumonia.

Variação do percentual de UBS que tem antibiótico no dia, 2017 e 2016, Brasil

Número de folhas Comunidades de referência
Indicador 2017 2016 Variação % Valor P 2017 2016 2017 2016
% UBS tem antibiótico no dia 64,6 62,8 2,8 --- 2379 2198 647 640

Dados extraídos em 19/03/2018 16:42:13. Tempo de extração: 8.28s.

Região

Verificamos alta não significativa em 3 regiões, e em 2 regiões houve queda não significativa.

Variação do percentual de UBS que tem antibiótico no dia, 2015 e 2016, Região

Regiões 2017 2016 Variação % Valor P
NORTE 63,8 52,9 20,56 ---
NORDESTE 67,4 62,2 8,37 ---
SUDESTE 62,1 60,3 2,94 ---
CENTRO-OESTE 63,9 69,8 -8,43 ---
SUL 64,3 70,6 -8,94 ---

Dados extraídos em 19/03/2018 16:42:13. Tempo de extração: 8.28s.

Estados

Verificamos que em 11estados houve queda não significativa. Sendo que houve aumento não significativo em 12 Estados sendo que no Rio de Janeiro (66,79%) aumento significativo e no Mato Grosso do Sul sem variação entre os anos.

Variação do percentual de UBS que tem antibiótico no dia, 2017 e 2016, Estados

Coordenação Estadual 2017 2016 Variação % Valor P
ESPIRITO SANTO 39 11,1 251,22 ---
RIO DE JANEIRO 70,1 42 66,79 p < 0,001
MARANHÃO 64 39,1 63,56 ---
AMAPÁ 62,2 46 35,14 ---
CEARÁ 91,4 67,9 34,58 ---
PARAIBA 38,8 31 25,33 ---
PIAUI 83,7 71,6 16,86 ---
ALAGOAS 46,6 40 16,38 ---
PARÁ 65,5 58,5 12 ---
PERNAMBUCO 70,1 64,6 8,48 ---
MINAS GERAIS 52 49 6,21 ---
RONDÔNIA 91,7 87 5,42 ---
PARANÁ 72,4 69 4,89 ---
MATO GROSSO DO SUL 100 100 0 ---
BAHIA 72,8 74,1 -1,73 ---
MATO GROSSO 50,8 52,7 -3,57 ---
RIO GRANDE DO NORTE 48,4 50,7 -4,68 ---
GOIÁS 71,6 76,7 -6,64 ---
SÃO PAULO 67,5 74 -8,73 ---
TOCANTINS 53,8 59,3 -9,13 ---
RIO GRANDE DO SUL 68,2 76,6 -11,05 ---
SANTA CATARINA 56,6 66,8 -15,34 ---
AMAZONAS 23,1 35,6 -35,21 ---
SERGIPE 58,3 92,3 -36,81 ---
DISTRITO FEDERAL --- 80 -100 ---

Dados extraídos em 19/03/2018 16:42:13. Tempo de extração: 8.28s.

Legtemant.png
Mapatemant.png

Dioceses

Na tabela abaixo estão algumas das Dioceses em que foram registrados aumentos ou quedas não significativos no período. E destacamos Palmares (127,73%) com alta significativa.

Variação do percentual de UBS que tem antibiótico no dia, 2017 e 2016 Diocese.

Setores 2017 2016 Variação % Valor P
Maior
Diocese: Palmares 80,1 35,2 127,73 p < 0,001
Diocese: Barra do Piraí - Volta Redonda 83,8 8 947,3 ---
Diocese: Santos 55,6 13,6 307,41 ---
Arquidiocese: Pouso Alegre 50 12,5 300 ---
Diocese: São Mateus 30,6 11,1 175 ---
Diocese: Leopoldina 100 36,8 171,43 ---
Diocese: Limoeiro do Norte 94,9 41,4 129,27 ---
Arquidiocese: Montes Claros 100 50 100 ---
Arquidiocese: Porto Alegre / Porto Alegre- Vicariato Guaíba 81,8 41,7 96,36 ---
Diocese: Salgueiro 72,2 36,8 96,35 ---
Menor
Prelazia: Borba 0 22,2 -100 ---
Diocese: Crato --- 100 -100 ---
Diocese: Grajaú --- 47,8 -100 ---
Arquidiocese: Fortaleza / Fortaleza - Região Serra --- 94,1 -100 ---
Arquidiocese: Curitiba / Curitiba - Sul --- 100 -100 ---
Diocese: Campos --- 33,3 -100 ---
Diocese: Jundiaí 0 33,3 -100 ---
Diocese: Bom Jesus da Lapa --- 45 -100 ---
Arquidiocese: Mariana --- 33,3 -100 ---
Diocese: Nova Friburgo --- 100 -100

Dados extraídos em 19/03/2018 16:42:13. Tempo de extração: 8.28s.

% UBS dão 1ª dose do antibiótico

Brasil

Verificamos que houve alta não significativa 3,371%. A pneumonia é uma infecção respiratória grave. Se a criança não receber o tratamento certo e a tempo, pode morrer. Uma criança com suspeita de pneumonia, com a indicação médica de antibiótico, deve receber a primeira dose do remédio na própria Unidade Básica de Saúde (UBS), conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde

Variação do percentual de UBS que dão 1ª dose do antibiótico, 2017 e 2016, Brasil

Número de folhas Comunidades de referência
2017 2016 Variação % Valor P 2017 2016 2017 2016
% UBS dão 1ª dose do antibiótico 36,5 35,2 3,71 Não Sig. 18472 13263 810 755

Dados extraídos em 20/03/2018 10:38:05. Tempo de extração: 1.70s.

Região

Verificamos alta não significativa em 4 regiões, e no sudeste (-8,64%) houve queda não significativa.

Variação do percentual de UBS que tem antibiótico no dia, 2017 e 2016, Região

Regiões 2017 2016 Variação % Valor P
NORDESTE 38,7 33,9 14,18 Não Sig.
CENTRO-OESTE 48,4 47,4 2,01 ---
NORTE 31,9 31,3 1,85 ---
SUL 41,5 41 1,2 ---
SUDESTE 28,9 31,7 -8,64 Não Sig.

Dados extraídos em 20/03/2018 10:38:05. Tempo de extração: 1.70s.

Estados

Verificamos que 11 estados apresentam queda não significativa e 13 estados apresentaram aumentos não significativo, sendo que Mata Grosso do Sul não registro nada neste indicador nos anos de 2017 e 2016.

Variação do percentual de UBS que dão 1ª dose do antibiótico, 2017 e 2016, Estados

Coordenação Estadual 2017 2016 Variação % Valor P
SERGIPE 36,3 14,9 144,33 ---
ESPIRITO SANTO 15,6 7,2 117,36 Não Sig.
CEARÁ 57,9 42,3 36,91 Não Sig.
PERNAMBUCO 41,8 32,3 29,43 Não Sig.
PARAIBA 27,3 21,3 28,27 Não Sig.
RIO DE JANEIRO 35,2 29,3 20,14 Não Sig.
PARANÁ 44 36,7 20,04 Não Sig.
RONDÔNIA 11,4 9,6 18,37 ---
PIAUI 66,6 58,9 13,09 Não Sig.
MARANHÃO 24,4 22 11,3 ---
MATO GROSSO 22,7 20,8 9,31 Não Sig.
GOIÁS 66 63,4 4,05 Não Sig.
BAHIA 39,7 39,4 0,69 ---
PARÁ 40,3 40,4 -0,15 Não Sig.
ALAGOAS 29,6 30,2 -1,87 Não Sig.
MINAS GERAIS 28 28,7 -2,73 Não Sig.
RIO GRANDE DO SUL 42,7 44,7 -4,42 Não Sig.
SANTA CATARINA 37,8 40 -5,6 Não Sig.
TOCANTINS 33,2 37 -10,45 ---
RIO GRANDE DO NORTE 20,7 23,5 -11,67 Não Sig.
SÃO PAULO 32 38,9 -17,8 Não Sig.
AMAPÁ 31 38 -18,35 ---
AMAZONAS 15,5 21,9 -29,25 Não Sig.
DISTRITO FEDERAL 0 3,1 -100 ---
MATO GROSSO DO SUL 0 0 INDEFINÍVEL

Dados extraídos em 20/03/2018 10:38:05. Tempo de extração: 1.70s.

Legdose.png
Mapadose.png

Dioceses

Na tabela abaixo estão algumas das Dioceses em que foram registrados aumentos não significativos no período, e alguns setores que não registraram nada neste indicador.

Variação do percentual de UBS que tem antibiótico no dia, 2017 e 2016 Diocese.

Setores 2017 2016 Variação % Valor P
Maior
Diocese: Leopoldina 71,4 21,1 237,99 ---
Diocese: Salgueiro 14,6 4,4 230,86 Não Sig.
Diocese: Estância 26,4 8,1 225,57 ---
Arquidiocese: Curitiba / Curitiba - Oeste 100 33,3 200 ---
Diocese: São José dos Campos 21,4 8,3 156,87 ---
Diocese: Ourinhos 83,1 33,8 145,47 ---
Arquidiocese: Maceió / Maceió - Nossa Sra dos Prazeres 55,3 25,9 113,79 ---
Diocese: São Mateus 14,9 7,2 107,56 Não Sig.
Arquidiocese: Pouso Alegre 20,7 10,3 100,36 ---
Arquidiocese: São Sebastião do Rio de Janeiro / São Sebastião do RJ - Leopoldina/Urbano 65,2 33,3 95,51
Menor
Diocese: Parintins --- 22,2 -100 ---
Diocese: Araçuaí --- 100 -100 ---
Arquidiocese: Aparecida --- 100 -100 ---
Arquidiocese: Brasília / Brasília - Ceilândia 0 3,1 -100 ---
Arquidiocese: Fortaleza / Fortaleza - Região Serra --- 8,9 -100 ---
Arquidiocese: Florianópolis --- 40 -100 ---
Diocese: Tocantinópolis 0 43,4 -100 ---
Diocese: Campos --- 35,1 -100 ---
Diocese: Crato --- 98,7 -100 ---
Diocese: Propriá 0 50 -100

Dados extraídos em 20/03/2018 10:38:05. Tempo de extração: 1.70s.