Mudanças entre as edições de "Projeto Expansão 2019"

De wiki2
Ir para: navegação, pesquisa
(Criou página com '=Apresentação= O Projeto de Expansão, teve início com base nos dados do 4° trimestre de 2012, quando em âmbito nacional a Pastoral da Criança acompanhava em torno de um...')
 
(Apresentação)
Linha 6: Linha 6:
 
Para algumas dioceses da expansão,  utilizou-se a estratégia de atuação com foco no acompanhamento de missionários. O objetivo principal foi de implantar, consolidar e expandir as ações da Pastoral da Criança nas comunidades de maior pobreza, contribuindo significativamente para a redução das desigualdades e defesa dos direitos das crianças em situação de vulnerabilidade. Além de aplicar as principais ações promovidas pela Pastoral da Criança e testar a eficiência destas.
 
Para algumas dioceses da expansão,  utilizou-se a estratégia de atuação com foco no acompanhamento de missionários. O objetivo principal foi de implantar, consolidar e expandir as ações da Pastoral da Criança nas comunidades de maior pobreza, contribuindo significativamente para a redução das desigualdades e defesa dos direitos das crianças em situação de vulnerabilidade. Além de aplicar as principais ações promovidas pela Pastoral da Criança e testar a eficiência destas.
  
Os missionários acompanhavam os municípios previamente estabelecidos e tinham o papel fundamental de formar equipes e líderes locais, que dariam continuidade ao trabalho após sua a saída. Eles se dispuseram a estar nas dioceses com dedicação exclusiva e recebiam formação complementar para esta missão.
+
Os missionários acompanhavam os municípios previamente estabelecidos e tinham o papel fundamental de formar equipes e líderes locais, que dariam continuidade ao trabalho após sua saída. Eles se dispuseram a estar nas dioceses com dedicação exclusiva e recebiam formação complementar para esta missão.
  
 
A implantação da metodologia do Projeto já passou por diversos estados, a saber: Ceará, Piauí, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia. Atualmente os estados que se mantém no Projeto são: Maranhão, Pará, Pernambuco, São Paulo e o Distrito Federal.
 
A implantação da metodologia do Projeto já passou por diversos estados, a saber: Ceará, Piauí, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia. Atualmente os estados que se mantém no Projeto são: Maranhão, Pará, Pernambuco, São Paulo e o Distrito Federal.
Linha 12: Linha 12:
 
Dos municípios contemplados pelo projeto nestes dois estados, seis deles merecem destaque: '''Cidelândia, São Francisco do Brejão, Vila Nova dos Martírios, Eldorado dos Carajás, Igarapé do Meio e Vitória do Mearim''', uma vez que antes da iniciativa não contavam com acompanhamento da Pastoral da Criança e no 4º trimestre de 2017, somam 682 crianças acompanhadas mensalmente. Para o acompanhamento nos municípios  destes estados, contamos com o apoio da Fundação Vale.
 
Dos municípios contemplados pelo projeto nestes dois estados, seis deles merecem destaque: '''Cidelândia, São Francisco do Brejão, Vila Nova dos Martírios, Eldorado dos Carajás, Igarapé do Meio e Vitória do Mearim''', uma vez que antes da iniciativa não contavam com acompanhamento da Pastoral da Criança e no 4º trimestre de 2017, somam 682 crianças acompanhadas mensalmente. Para o acompanhamento nos municípios  destes estados, contamos com o apoio da Fundação Vale.
  
Ressaltamos alguns municípios que tiveram crescimento superior a 15% no acompanhamento de crianças, comparando o início do projeto com o trimestre 2017: '''Parauapebas (PA), Santa Inês (MA), Itinga do Maranhão (MA), Miranda do Norte (MA), Arari (MA), Bom Jardim (MA), Imperatriz (MA), Marabá (PA),  Canaã dos Carajás (PA), Curionópolis (PA), Itapecuru Mirim (MA).'''
+
Ressaltamos alguns municípios que tiveram crescimento superior a 15% no acompanhamento de crianças, comparando os períodos /2018 e 2º/2019: '''Eldorado dos Carajás/PA (32%), Miranda do Norte/MA (19%)'''
  
 
'''Número de crianças por município'''
 
'''Número de crianças por município'''
Linha 21: Linha 21:
 
|'''Início do Projeto'''
 
|'''Início do Projeto'''
 
'''1º tri 2013'''
 
'''1º tri 2013'''
|'''4º tri 2016'''
 
 
|'''4º tri 2017'''
 
|'''4º tri 2017'''
|'''2º tri 2018'''
+
|'''4º tri 2018'''
 +
|'''2º tri 2019'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="4" |Coroatá
 
| rowspan="4" |Coroatá
Linha 35: Linha 35:
 
|Arari
 
|Arari
 
|84
 
|84
|191
 
 
|145
 
|145
 
|134
 
|134
 +
|154
 
|-
 
|-
 
|Itapecuru Mirim
 
|Itapecuru Mirim
 
|324
 
|324
|318
 
 
|379
 
|379
 
|366
 
|366
 +
|279
 
|-
 
|-
 
|Miranda do Norte
 
|Miranda do Norte
 
|64
 
|64
|139
 
 
|116
 
|116
 
|83
 
|83
 +
|152
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
|'''472'''
 
|'''472'''
|'''647'''
 
 
|'''640'''
 
|'''640'''
 
|'''583'''
 
|'''583'''
 +
|'''584'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="7" |Imperatriz
 
| rowspan="7" |Imperatriz
Linha 61: Linha 61:
 
| rowspan="7" |MA
 
| rowspan="7" |MA
 
|616
 
|616
|716
 
 
|531
 
|531
 
|471
 
|471
 +
|177
 
|-
 
|-
 
|Cidelândia
 
|Cidelândia
 
|0
 
|0
|97
 
 
|71
 
|71
 
|63
 
|63
 +
|0
 
|-
 
|-
 
|Imperatriz
 
|Imperatriz
 
|254
 
|254
|520
 
 
|336
 
|336
 
|273
 
|273
 +
|178
 
|-
 
|-
 
|Itinga do Maranhão
 
|Itinga do Maranhão
 
|85
 
|85
|181
 
 
|167
 
|167
 
|124
 
|124
 +
|98
 
|-
 
|-
 
|São Francisco do Brejão
 
|São Francisco do Brejão
 
|0
 
|0
|57
 
 
|69
 
|69
 +
|40
 
|40
 
|40
 
|-
 
|-
 
|São Pedro da Água Branca
 
|São Pedro da Água Branca
 
|189
 
|189
|213
 
 
|58
 
|58
 
|155
 
|155
 +
|71
 
|-
 
|-
 
|Vila Nova dos Martírios
 
|Vila Nova dos Martírios
 
|0
 
|0
|127
 
 
|104
 
|104
 
|93
 
|93
 +
|105
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
|'''1.144'''
 
|'''1.144'''
|'''1.911'''
 
 
|'''1.336'''
 
|'''1.336'''
 
|'''1.221'''
 
|'''1.221'''
 +
|'''670'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="5" |Marabá
 
| rowspan="5" |Marabá
Linha 111: Linha 111:
 
| rowspan="5" |PA
 
| rowspan="5" |PA
 
|197
 
|197
|235
 
 
|251
 
|251
 
|179
 
|179
 +
|209
 
|-
 
|-
 
|Curionópolis
 
|Curionópolis
 
|191
 
|191
|190
 
 
|230
 
|230
 
|235
 
|235
 +
|268
 
|-
 
|-
 
|Eldorado dos Carajás
 
|Eldorado dos Carajás
 
|0
 
|0
|220
 
 
|232
 
|232
 
|233
 
|233
 +
|374
 
|-
 
|-
 
|Marabá
 
|Marabá
 
|660
 
|660
|915
 
 
|874
 
|874
 
|717
 
|717
 +
|811
 
|-
 
|-
 
|Parauapebas
 
|Parauapebas
 
|237
 
|237
|701
 
 
|777
 
|777
 
|712
 
|712
 +
|806
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
|'''1.285'''
 
|'''1.285'''
|'''2.261'''
 
 
|'''2.365'''
 
|'''2.365'''
 
|'''2.076'''
 
|'''2.076'''
 +
|'''2.468'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="2" |São Luís do Maranhão
 
| rowspan="2" |São Luís do Maranhão
Linha 149: Linha 149:
 
| rowspan="2" |MA
 
| rowspan="2" |MA
 
|18
 
|18
|0
 
 
|27
 
|27
 
|30
 
|30
 +
|21
 
|-
 
|-
 
|São Luís
 
|São Luís
 
|1.731
 
|1.731
|1.929
 
 
|1.989
 
|1.989
 
|1.673
 
|1.673
 +
|1411
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
|'''1.749'''
 
|'''1.749'''
|'''1.929'''
 
 
|'''2.016'''
 
|'''2.016'''
 
|'''1.703'''
 
|'''1.703'''
 +
|'''1.432'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="6" |Viana
 
| rowspan="6" |Viana
Linha 169: Linha 169:
 
| rowspan="6" |MA
 
| rowspan="6" |MA
 
|0
 
|0
|146
 
 
|55
 
|55
 +
|0
 
|0
 
|0
 
|-
 
|-
 
|Monção
 
|Monção
 
|244
 
|244
|186
 
 
|145
 
|145
 
|189
 
|189
 +
|167
 
|-
 
|-
 
|Pindaré-Mirim
 
|Pindaré-Mirim
 
|177
 
|177
|222
 
 
|147
 
|147
 
|162
 
|162
 +
|45
 
|-
 
|-
 
|Santa Inês
 
|Santa Inês
 
|189
 
|189
|468
 
 
|378
 
|378
 
|291
 
|291
 +
|164
 
|-
 
|-
 
|Tufilândia
 
|Tufilândia
Linha 195: Linha 195:
 
|0
 
|0
 
|0
 
|0
|0
+
|18
 
|-
 
|-
 
|Vitória do Mearim
 
|Vitória do Mearim
 
|0
 
|0
|164
 
 
|151
 
|151
 
|64
 
|64
 +
|132
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
|'''718'''
 
|'''718'''
|'''1.185'''
 
 
|'''876'''
 
|'''876'''
 
|'''706'''
 
|'''706'''
 +
|'''526'''
 
|-
 
|-
 
|Zé Doca
 
|Zé Doca
Linha 213: Linha 213:
 
|MA
 
|MA
 
|85
 
|85
|74
 
 
|116
 
|116
 
|32
 
|32
 +
|64
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
|85
 
|85
|'''74'''
 
 
|'''116'''
 
|'''116'''
 
|'''32'''
 
|'''32'''
 +
|'''64'''
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL GERAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL GERAL'''
 
|'''5.452'''
 
|'''5.452'''
|'''8.008'''
 
 
|'''7.349'''
 
|'''7.349'''
 
|'''6.322'''
 
|'''6.322'''
|}
+
|'''5.745'''
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2017 e 2/2018, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/11/2018 às 14:40 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2018 nov 14]
+
|}Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 2/2019 e 4/2018, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/11/2019 às 14:31 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2019 nov 14 ]
 
 
 
=Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nas Dioceses de Jundiaí, Brasília e Recife=
 
=Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nas Dioceses de Jundiaí, Brasília e Recife=
‎Além da experiência com a expansão nos estados do Maranhão e Pará, a partir de 2018 a Diocese de Jundiaí e as arquidioceses de Brasília e de Olinda e Recife também passaram a fazer parte da expansão. A tabela abaixo apresenta a evolução dos setores das arquidioceses em expansão, comparando o início do projeto, no 4º trimestre de 2017 com o 2º trimestre 2018. A metodologia de acompanhamento ainda não apresenta resultados positivos, com exceção dos municípios de Cajamar e Itupeva na Diocese de Jundiaí e do setor Sobradinho na Arquidiocese de Brasília. Mesmo com o esforço das coordenações para reativar paróquias ou expandir para novas comunidades, não aparece, pois em contrapartida, algumas paróquias, estão desenvolvendo as ações, mas não enviam as FABS regularmente. Assim, não aparece a expansão no número de crianças nestas dioceses.
+
‎Além da experiência com a expansão nos estados do Maranhão e Pará, a partir de 2018 a Diocese de Jundiaí e as arquidioceses de Brasília e de Olinda e Recife também passaram a fazer parte da expansão. A tabela abaixo apresenta a evolução dos setores das arquidioceses em expansão, comparando o início do projeto, no 4º trimestre de 2017 com os 2º trimestre 2018 e 2º trimestre de 2019. Ressaltamos alguns municípios que tiveram crescimento superior a 50% no acompanhamento de crianças, na comparação dos trimestres: '''Camaragibe/PE (69%), Pombos/PE (59%), Primavera/PE (57%), Louveira/SP (53%)'''
  
 
'''Número de crianças por município'''
 
'''Número de crianças por município'''
Linha 242: Linha 240:
 
'''4º tri 2017'''
 
'''4º tri 2017'''
 
|'''2º tri 2018'''
 
|'''2º tri 2018'''
 +
|'''2º tri 2019'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="4" |Arquidiocese
 
| rowspan="4" |Arquidiocese
Linha 250: Linha 249:
 
|2.008
 
|2.008
 
|1.895
 
|1.895
 +
| rowspan="4" |10.335
 
|-
 
|-
 
|Olinda e Recife-Reg.
 
|Olinda e Recife-Reg.
Linha 274: Linha 274:
 
|'''11.321'''
 
|'''11.321'''
 
|'''10.246'''
 
|'''10.246'''
 +
|'''10.335'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="9" |Jundiaí
 
| rowspan="9" |Jundiaí
Linha 280: Linha 281:
 
|54
 
|54
 
|49
 
|49
 +
|70
 
|-
 
|-
 
|Cajamar
 
|Cajamar
Linha 285: Linha 287:
 
|110
 
|110
 
|125
 
|125
 +
|123
 
|-
 
|-
 
|Campo Limpo
 
|Campo Limpo
Linha 291: Linha 294:
 
|364
 
|364
 
|340
 
|340
 +
|358
 
|-
 
|-
 
|Itu
 
|Itu
Linha 296: Linha 300:
 
|58
 
|58
 
|51
 
|51
 +
|41
 
|-
 
|-
 
|Itupeva
 
|Itupeva
Linha 301: Linha 306:
 
|0
 
|0
 
|50
 
|50
 +
|15
 
|-
 
|-
 
|Jundiaí
 
|Jundiaí
Linha 306: Linha 312:
 
|598
 
|598
 
|521
 
|521
 +
|528
 
|-
 
|-
 
|Louveira
 
|Louveira
Linha 311: Linha 318:
 
|36
 
|36
 
|31
 
|31
 +
|65
 
|-
 
|-
 
|Salto
 
|Salto
Linha 316: Linha 324:
 
|229
 
|229
 
|207
 
|207
 +
|214
 
|-
 
|-
 
|Várzea Paulista
 
|Várzea Paulista
Linha 321: Linha 330:
 
|258
 
|258
 
|245
 
|245
 +
|229
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 327: Linha 337:
 
|'''1.708'''
 
|'''1.708'''
 
|'''1.620'''
 
|'''1.620'''
 +
|'''1.644'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="4" |Brasília
 
| rowspan="4" |Brasília
Linha 333: Linha 344:
 
|276
 
|276
 
|285
 
|285
 +
| rowspan="4" |1.809
 
|-
 
|-
 
|Brasília - Ceilândia
 
|Brasília - Ceilândia
Linha 354: Linha 366:
 
|'''2.316'''
 
|'''2.316'''
 
|'''2.168'''
 
|'''2.168'''
 +
|'''1.809'''
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL GERAL'''
 
|'''TOTAL GERAL'''
Linha 360: Linha 373:
 
|'''15.345'''
 
|'''15.345'''
 
|'''14.034'''
 
|'''14.034'''
|}Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2017 e 2/2018, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/11/2018 às 14:40 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2018 nov 14]
+
|'''13.788'''
 +
|}Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 2/2018 e 2/2019, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/11/2019 às 15:37 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2019 nov 14]

Edição das 15h55min de 14 de novembro de 2019

Apresentação

O Projeto de Expansão, teve início com base nos dados do 4° trimestre de 2012, quando em âmbito nacional a Pastoral da Criança acompanhava em torno de um milhão e duzentas mil crianças, mas que correspondia apenas 13% de todas as crianças pobres no Brasil. De acordo com o Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem no Brasil 9.322.433 crianças de 0 a 6 anos pobres.

Diante desta informação, a partir do 1º trimestre de 2013, percebeu-se a necessidade de expandir a Pastoral da Criança nas paróquias e comunidades pobres das dioceses, para acompanhar mais gestantes, crianças e suas famílias. Assim, foram definidas as dioceses que teriam foco na expansão, principalmente nos estados do norte e nordeste do Brasil.

Para algumas dioceses da expansão, utilizou-se a estratégia de atuação com foco no acompanhamento de missionários. O objetivo principal foi de implantar, consolidar e expandir as ações da Pastoral da Criança nas comunidades de maior pobreza, contribuindo significativamente para a redução das desigualdades e defesa dos direitos das crianças em situação de vulnerabilidade. Além de aplicar as principais ações promovidas pela Pastoral da Criança e testar a eficiência destas.

Os missionários acompanhavam os municípios previamente estabelecidos e tinham o papel fundamental de formar equipes e líderes locais, que dariam continuidade ao trabalho após sua saída. Eles se dispuseram a estar nas dioceses com dedicação exclusiva e recebiam formação complementar para esta missão.

A implantação da metodologia do Projeto já passou por diversos estados, a saber: Ceará, Piauí, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia. Atualmente os estados que se mantém no Projeto são: Maranhão, Pará, Pernambuco, São Paulo e o Distrito Federal.

Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos Estados do Maranhão e Pará

Dos municípios contemplados pelo projeto nestes dois estados, seis deles merecem destaque: Cidelândia, São Francisco do Brejão, Vila Nova dos Martírios, Eldorado dos Carajás, Igarapé do Meio e Vitória do Mearim, uma vez que antes da iniciativa não contavam com acompanhamento da Pastoral da Criança e no 4º trimestre de 2017, somam 682 crianças acompanhadas mensalmente. Para o acompanhamento nos municípios destes estados, contamos com o apoio da Fundação Vale.

Ressaltamos alguns municípios que tiveram crescimento superior a 15% no acompanhamento de crianças, comparando os períodos 4º/2018 e 2º/2019: Eldorado dos Carajás/PA (32%), Miranda do Norte/MA (19%)

Número de crianças por município

Nome do setor Nome do município Estado Início do Projeto

1º tri 2013

4º tri 2017 4º tri 2018 2º tri 2019
Coroatá Anajatuba MA 0 0 0 0
Arari 84 145 134 154
Itapecuru Mirim 324 379 366 279
Miranda do Norte 64 116 83 152
TOTAL 472 640 583 584
Imperatriz Açailândia MA 616 531 471 177
Cidelândia 0 71 63 0
Imperatriz 254 336 273 178
Itinga do Maranhão 85 167 124 98
São Francisco do Brejão 0 69 40 40
São Pedro da Água Branca 189 58 155 71
Vila Nova dos Martírios 0 104 93 105
TOTAL 1.144 1.336 1.221 670
Marabá Canaã dos Carajás PA 197 251 179 209
Curionópolis 191 230 235 268
Eldorado dos Carajás 0 232 233 374
Marabá 660 874 717 811
Parauapebas 237 777 712 806
TOTAL 1.285 2.365 2.076 2.468
São Luís do Maranhão Bacabeira MA 18 27 30 21
São Luís 1.731 1.989 1.673 1411
TOTAL 1.749 2.016 1.703 1.432
Viana Igarapé do Meio MA 0 55 0 0
Monção 244 145 189 167
Pindaré-Mirim 177 147 162 45
Santa Inês 189 378 291 164
Tufilândia 108 0 0 18
Vitória do Mearim 0 151 64 132
TOTAL 718 876 706 526
Zé Doca Bom Jardim MA 85 116 32 64
TOTAL 85 116 32 64
TOTAL GERAL 5.452 7.349 6.322 5.745
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 2/2019 e 4/2018, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/11/2019 às 14:31 horas. Disponível em -- http://www.pastoraldacrianca.org.br – [ 2019 nov 14 ]

Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nas Dioceses de Jundiaí, Brasília e Recife

‎Além da experiência com a expansão nos estados do Maranhão e Pará, a partir de 2018 a Diocese de Jundiaí e as arquidioceses de Brasília e de Olinda e Recife também passaram a fazer parte da expansão. A tabela abaixo apresenta a evolução dos setores das arquidioceses em expansão, comparando o início do projeto, no 4º trimestre de 2017 com os 2º trimestre 2018 e 2º trimestre de 2019. Ressaltamos alguns municípios que tiveram crescimento superior a 50% no acompanhamento de crianças, na comparação dos trimestres: Camaragibe/PE (69%), Pombos/PE (59%), Primavera/PE (57%), Louveira/SP (53%)

Número de crianças por município

Nome do Setor Nome do município Estado Início do Projeto

4º tri 2017

2º tri 2018 2º tri 2019
Arquidiocese

de Recife

Olinda e Recife -

Reg. Episcopal Rural

PE 2.008 1.895 10.335
Olinda e Recife-Reg.

Episc. Recife Norte

PE 2.481 2.169
Olinda e Recife-Reg.

Episcopal Olinda

PE 3.444 3.112
Olinda e Recife-Reg.

Episcopal Recife

PE 3.388 3.071
TOTAL 11.321 10.246 10.335
Jundiaí Cabreúva SP 54 49 70
Cajamar SP 110 125 123
Campo Limpo

Paulista

SP 364 340 358
Itu SP 58 51 41
Itupeva SP 0 50 15
Jundiaí SP 598 521 528
Louveira SP 36 31 65
Salto SP 229 207 214
Várzea Paulista SP 258 245 229
TOTAL 1.708 1.620 1.644
Brasília Brasília - Sobradinho DF 276 285 1.809
Brasília - Ceilândia DF 779 718
Brasília - Samambaia DF 655 575
Brasília - Taguatinga DF 606 590
TOTAL 2.316 2.168 1.809
TOTAL GERAL 15.345 14.034 13.788
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 2/2018 e 2/2019, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/11/2019 às 15:37 horas. Disponível em -- http://www.pastoraldacrianca.org.br – [ 2019 nov 14]