Mudanças entre as edições de "Projeto Expansão 2017"

De wiki2
Ir para: navegação, pesquisa
(Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo)
(Apresentação)
 
(12 revisões intermediárias por 3 usuários não estão sendo mostradas)
Linha 5: Linha 5:
 
|}
 
|}
 
= Apresentação =
 
= Apresentação =
Segundo o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem no Brasil 9.322.433 crianças de 0 a 6 anos pobres. Destas, 57% estão nas regiões Norte e Nordeste, um total de 5.333.764 crianças.
+
O Projeto de Expansão, tem início com base nos dados do 4° trimestre de 2012, quando a Pastoral da Criança acompanhava em torno de um milhão e duzentas mil crianças, mas que correspondia apenas  13%  de todas as crianças pobres no Brasil e de acordo com o Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem no Brasil 9.322.433 crianças de 0 a 6 anos pobres.  
  
Segundo os dados do 4° trimestre de 2012, a Pastoral da Criança acompanhava apenas 13% de todas as crianças pobres no Brasil. Diante destes dados, a partir do 1º trimestre de 2013, percebeu-se a necessidade de expandir a Pastoral da Criança nas paróquias e comunidades pobres das dioceses, para acompanhar mais gestantes, crianças e suas famílias. Assim, foram definidas as dioceses/setores que teriam foco na expansão.
+
Diante desta informação, a partir do 1º trimestre de 2013, percebeu-se a necessidade de expandir a Pastoral da Criança nas paróquias e comunidades pobres das dioceses, para acompanhar mais gestantes, crianças e suas famílias. Assim, foram definidas as dioceses que teriam foco na expansão, principalmente nos estados do norte e nordeste do Brasil.
  
Para alguns setores da expansão utilizou-se a estratégia de atuação com foco no acompanhamento de missionários, estes possuem um amplo conhecimento e anos de experiência e de atuação na organização. O objetivo principal é de implantar, consolidar e expandir as ações da Pastoral da Criança nas comunidades de maior pobreza, contribuindo significativamente para a redução das desigualdades e defesa dos direitos das crianças em situação de vulnerabilidade.
+
Para alguns Setores da expansão utilizou-se a estratégia de atuação com foco no acompanhamento de missionários, estes possuem um amplo conhecimento e anos de experiência e de atuação na organização. O objetivo principal é de implantar, consolidar e expandir as ações da Pastoral da Criança nas comunidades de maior pobreza, contribuindo significativamente para a redução das desigualdades e defesa dos direitos das crianças em situação de vulnerabilidade.
  
Os missionários acompanham os municípios previamente estabelecidos e tem o papel fundamental de formar equipes e líderes locais, que darão continuidade ao trabalho após sua a saída. Estes se dispõem a ficar um tempo "in loco" com dedicação exclusiva e recebem uma formação complementar para esta missão.
+
Os missionários acompanham os municípios previamente estabelecidos e têm o papel fundamental de formar equipes e líderes locais, que darão continuidade ao trabalho após sua a saída. Estes se dispõem a ficar um tempo "in loco" com dedicação exclusiva e recebem uma formação complementar para esta missão.
  
= Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios de expansão nos estados do Maranhão e Pará =
+
= Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos Estados do Maranhão e Pará =
Dos municípios contemplados pelo projeto, seis deles merecem destaque: '''Cidelândia, São Francisco do Brejão, Vila Nova dos Martírios, Eldorado dos Carajás, Igarapé do Meio e Vitória do Mearim''', uma vez que, antes da iniciativa não contavam com a Pastoral da Criança e no 4º trimestre de 2016 somam 811 crianças acompanhadas mensalmente. Para este projeto contamos com o apoio da Fundação Vale.
+
Dos municípios contemplados pelo Projeto, seis deles merecem destaque: '''Cidelândia, São Francisco do Brejão, Vila Nova dos Martírios, Eldorado dos Carajás, Igarapé do Meio e Vitória do Mearim''', uma vez que antes da iniciativa não contavam com a Pastoral da Criança e no 4º trimestre de 2016, somam 811 crianças acompanhadas mensalmente. Para este projeto contamos com o apoio da Fundação Vale.
  
Ressaltamos alguns municípios que tiveram maior crescimento no acompanhamento de crianças, comparando o inicio do projeto com o 4º trimestre 2016: '''Imperatriz, Eldorado dos Carajás, Marabá, Parauapebas e Santa Inês.'''
+
Ressaltamos alguns municípios que tiveram maior crescimento no acompanhamento de crianças, comparando o início do projeto com o 4º trimestre 2016: '''Imperatriz e  Santa Inês (MA), Eldorado dos Carajás, Marabá, Parauapebas (PA).'''
 +
 
 +
'''Número de crianças por município.'''
  
'''Número de crianças por município'''
 
 
{| class="wikitable"
 
{| class="wikitable"
 
|'''Nome do setor'''
 
|'''Nome do setor'''
 
|'''Nome do município'''
 
|'''Nome do município'''
 
|'''Estado'''
 
|'''Estado'''
|'''Início do Projeto'''
+
|'''Início do Projeto1º tri 2013'''
'''1º tri 2013'''
 
 
|'''4º tri 2015'''
 
|'''4º tri 2015'''
 
|'''4º tri 2016'''
 
|'''4º tri 2016'''
 +
|'''2º tri 2017'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="4" |Coroatá
 
| rowspan="4" |Coroatá
 
|Anajatuba  
 
|Anajatuba  
 
| rowspan="4" |MA  
 
| rowspan="4" |MA  
 +
|0
 
|0
 
|0
 
|0
 
|0
Linha 39: Linha 41:
 
|176
 
|176
 
|191
 
|191
 +
|183
 
|-
 
|-
 
|Itapecuru Mirim  
 
|Itapecuru Mirim  
Linha 44: Linha 47:
 
|438
 
|438
 
|318
 
|318
 +
|335
 
|-
 
|-
 
|Miranda do Norte  
 
|Miranda do Norte  
Linha 49: Linha 53:
 
|125
 
|125
 
|139
 
|139
 +
|93
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
Linha 54: Linha 59:
 
|'''739'''
 
|'''739'''
 
|'''647'''
 
|'''647'''
 +
|'''611'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="7" |Imperatriz  
 
| rowspan="7" |Imperatriz  
Linha 61: Linha 67:
 
|617
 
|617
 
|716
 
|716
 +
|583
 
|-
 
|-
 
|Cidelândia  
 
|Cidelândia  
Linha 66: Linha 73:
 
|124
 
|124
 
|97
 
|97
 +
|72
 
|-
 
|-
 
|Imperatriz  
 
|Imperatriz  
Linha 71: Linha 79:
 
|598
 
|598
 
|520
 
|520
 +
|364
 
|-
 
|-
 
|Itinga do Maranhão  
 
|Itinga do Maranhão  
Linha 76: Linha 85:
 
|183
 
|183
 
|181
 
|181
 +
|176
 
|-
 
|-
 
|São Francisco do Brejão  
 
|São Francisco do Brejão  
Linha 81: Linha 91:
 
|23
 
|23
 
|57
 
|57
 +
|32
 
|-
 
|-
 
|São Pedro da Água Branca  
 
|São Pedro da Água Branca  
Linha 86: Linha 97:
 
|356
 
|356
 
|213
 
|213
 +
|129
 
|-
 
|-
 
|Vila Nova dos Martírios  
 
|Vila Nova dos Martírios  
Linha 91: Linha 103:
 
|159
 
|159
 
|127
 
|127
 +
|120
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
Linha 96: Linha 109:
 
|'''2.060'''
 
|'''2.060'''
 
|'''1.911'''
 
|'''1.911'''
 +
|'''1.476'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="5" |Marabá  
 
| rowspan="5" |Marabá  
Linha 103: Linha 117:
 
|258
 
|258
 
|235
 
|235
 +
|198
 
|-
 
|-
 
|Curionópolis  
 
|Curionópolis  
Linha 108: Linha 123:
 
|239
 
|239
 
|190
 
|190
 +
|179
 
|-
 
|-
 
|Eldorado dos Carajás  
 
|Eldorado dos Carajás  
Linha 113: Linha 129:
 
|196
 
|196
 
|220
 
|220
 +
|265
 
|-
 
|-
 
|Marabá  
 
|Marabá  
Linha 118: Linha 135:
 
|796
 
|796
 
|915
 
|915
 +
|789
 
|-
 
|-
 
|Parauapebas  
 
|Parauapebas  
Linha 123: Linha 141:
 
|742
 
|742
 
|701
 
|701
 +
|664
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
Linha 128: Linha 147:
 
|'''2.230'''
 
|'''2.230'''
 
|'''2.261'''
 
|'''2.261'''
 +
|'''2.095'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="2" |São Luís do Maranhão  
 
| rowspan="2" |São Luís do Maranhão  
Linha 133: Linha 153:
 
| rowspan="2" |MA  
 
| rowspan="2" |MA  
 
|18
 
|18
 +
|0
 
|0
 
|0
 
|0
 
|0
Linha 140: Linha 161:
 
|2.278
 
|2.278
 
|1.929
 
|1.929
 +
|2.000
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
Linha 145: Linha 167:
 
|'''2.278'''
 
|'''2.278'''
 
|'''1.929'''
 
|'''1.929'''
 +
|'''2.000'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="6" |Viana  
 
| rowspan="6" |Viana  
Linha 152: Linha 175:
 
|199
 
|199
 
|146
 
|146
 +
|33
 
|-
 
|-
 
|Monção  
 
|Monção  
Linha 157: Linha 181:
 
|442
 
|442
 
|186
 
|186
 +
|142
 
|-
 
|-
 
|Pindaré-Mirim  
 
|Pindaré-Mirim  
Linha 162: Linha 187:
 
|0
 
|0
 
|222
 
|222
 +
|287
 
|-
 
|-
 
|Santa Inês  
 
|Santa Inês  
Linha 167: Linha 193:
 
|629
 
|629
 
|468
 
|468
 +
|287
 
|-
 
|-
 
|Tufilândia  
 
|Tufilândia  
 
|108
 
|108
 
|33
 
|33
 +
|0
 
|0
 
|0
 
|-
 
|-
Linha 177: Linha 205:
 
|178
 
|178
 
|164
 
|164
 +
|128
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
Linha 182: Linha 211:
 
|'''1.480'''
 
|'''1.480'''
 
|'''1.185'''
 
|'''1.185'''
 +
|'''976'''
 
|-
 
|-
 
|Zé Doca  
 
|Zé Doca  
Linha 189: Linha 219:
 
|225
 
|225
 
|74
 
|74
 +
|118
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL'''
Linha 194: Linha 225:
 
|'''225'''
 
|'''225'''
 
|'''74'''
 
|'''74'''
 +
|'''118'''
 
|-
 
|-
 
| colspan="3" |'''TOTAL GERAL'''
 
| colspan="3" |'''TOTAL GERAL'''
Linha 199: Linha 231:
 
|'''9.012'''
 
|'''9.012'''
 
|'''8.008'''
 
|'''8.008'''
 +
|'''7.276'''
 
|}
 
|}
 
 
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 10:58 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2017 jun 14 ]
 
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 10:58 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2017 jun 14 ]
  
 
'''Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016'''
 
'''Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016'''
  
[http://doc.pastoraldacrianca.org.br/share/s/dToNGM6oQ76pegntofWpPQ Mapa da Variação Projeto MA e PA]
+
[[Arquivo:Chart (4).png|esquerda|miniaturadaimagem|Acompanhamento metas MA e PA]]
  
Na comparação entre os 4º trimestres de 2015 e de 2016, o setor destaque é (35) Marabá que apresentou crescimento de 1,40% no acompanhamento de crianças. Os demais setores de expansão apresentaram queda no acompanhamento de crianças. Em percentual, o setor que teve a menor queda foi (133) Imperatriz com 7,23% e o setor que apresentou a maior queda foi (120) Zé Doca com perda de 67,16% .
+
[http://doc.pastoraldacrianca.org.br/share/s/dToNGM6oQ76pegntofWpPQ Mapa da Variação Projeto MA e PA]
 +
 
 +
Na comparação entre os 4º trimestres de 2015 e de 2016, o setor destaque é Marabá (PA), que apresentou crescimento de 1,40% no acompanhamento de crianças. Os demais setores em expansão apresentaram queda no acompanhamento de crianças. Em percentual, o setor que teve a menor queda foi Imperatriz (MA) com 7,23% e o setor que apresentou a maior queda foi Zé Doca (MA) com perda de 67,16% no acompanhamento de crianças.
  
 
= Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo =
 
= Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo =
A tabela abaixo apresenta a evolução dos setores em expansão comparando o início do projeto no 3º trimestre de 2013 ao 4º trimestre 2016. A variação em número absoluto demonstra que os setores que se destacaram pelo crescimento no acompanhamento de crianças são: Itabira/Coronel Fabriciano com 930 crianças, Colatina/ES com 578 crianças e Belo Horizonte Conceição/Guia com 416 crianças.
+
A tabela abaixo apresenta a evolução dos setores em expansão comparando o início do projeto no 3º trimestre de 2013 ao 4º trimestre 2016. A variação em número absoluto demonstra que os setores que se destacaram pelo crescimento no acompanhamento de crianças são: Itabira/Coronel Fabriciano (MG) com 930 crianças, Colatina (ES) com 578 crianças e Belo Horizonte Conceição/Guia (MG) com 416 crianças.
  
Os municípios com maior crescimento no acompanhamento desde o início do projeto foram: Serra com 783 crianças, Santa Luzia com 416 crianças, Itabira com 329 crianças, Colatina com 323 crianças, Baixo Guandu com 283 crianças, João Monlevade com 249 crianças e Barão de Cocais com 162 crianças.
+
Os municípios com maior crescimento no acompanhamento desde o início do projeto foram: Serra (ES) com 783 crianças, Santa Luzia com 416 crianças, Itabira com 329 crianças, Colatina com 323 crianças, Baixo Guandu com 283 crianças, João Monlevade com 249 crianças e Barão de Cocais com 162 crianças.
  
 
'''Número de crianças por município'''
 
'''Número de crianças por município'''
 
{| class="wikitable"
 
{| class="wikitable"
|'''Nome do setor'''
+
|'''Nome do Setor'''
 
|'''Nome do município'''
 
|'''Nome do município'''
 
|'''Estado'''
 
|'''Estado'''
Linha 224: Linha 258:
 
|'''4º tri 2015'''
 
|'''4º tri 2015'''
 
|'''4º tri 2016'''
 
|'''4º tri 2016'''
 +
|'''2º tri 2017'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="5" |Colatina
 
| rowspan="5" |Colatina
Linha 231: Linha 266:
 
|1195
 
|1195
 
|978
 
|978
 +
|1039
 
|-
 
|-
 
|Colatina
 
|Colatina
Linha 237: Linha 273:
 
|1657
 
|1657
 
|1310
 
|1310
 +
|1334
 
|-
 
|-
 
|Ibiraçu
 
|Ibiraçu
Linha 243: Linha 280:
 
|294
 
|294
 
|339
 
|339
 +
|351
 
|-
 
|-
 
|João Neiva
 
|João Neiva
Linha 249: Linha 287:
 
|164
 
|164
 
|142
 
|142
 +
|224
 
|-
 
|-
 
|Baixo Guandu
 
|Baixo Guandu
Linha 255: Linha 294:
 
|242
 
|242
 
|283
 
|283
 +
|217
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 262: Linha 302:
 
|'''3.551'''
 
|'''3.551'''
 
|'''3.053'''
 
|'''3.053'''
 +
|'''3165'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="3" |Vitória
 
| rowspan="3" |Vitória
Linha 269: Linha 310:
 
|203
 
|203
 
|187
 
|187
 +
|271
 
|-
 
|-
 
|Cariacica
 
|Cariacica
Linha 275: Linha 317:
 
|2229
 
|2229
 
|1782
 
|1782
 +
|1724
 
|-
 
|-
 
|Serra
 
|Serra
Linha 281: Linha 324:
 
|3257
 
|3257
 
|3390
 
|3390
 +
|3283
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 288: Linha 332:
 
|'''5.689'''
 
|'''5.689'''
 
|'''5.359'''
 
|'''5.359'''
 +
|'''5.279'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="3" |BH – N.Sra Esperança/ Piedade
 
| rowspan="3" |BH – N.Sra Esperança/ Piedade
Linha 295: Linha 340:
 
|2096
 
|2096
 
|1976
 
|1976
 +
|1920
 
|-
 
|-
 
|Sabará
 
|Sabará
Linha 301: Linha 347:
 
|77
 
|77
 
|69
 
|69
 +
|85
 
|-
 
|-
 
|Caeté
 
|Caeté
Linha 307: Linha 354:
 
|27
 
|27
 
|25
 
|25
 +
|26
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 314: Linha 362:
 
|'''2.200'''
 
|'''2.200'''
 
|'''2.071'''
 
|'''2.071'''
 +
|'''2.031'''
 
|-
 
|-
 
|BH – N. Sra. Conceição/Guia
 
|BH – N. Sra. Conceição/Guia
Linha 321: Linha 370:
 
|565
 
|565
 
|647
 
|647
 +
|681
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 328: Linha 378:
 
|'''565'''
 
|'''565'''
 
|'''647'''
 
|'''647'''
 +
|'''681'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="7" |Governador Valadares
 
| rowspan="7" |Governador Valadares
Linha 335: Linha 386:
 
|170
 
|170
 
|149
 
|149
 +
|188
 
|-
 
|-
 
|Governador Valadares
 
|Governador Valadares
Linha 341: Linha 393:
 
|1352
 
|1352
 
|1558
 
|1558
 +
|1443
 
|-
 
|-
 
|Tumiritinga
 
|Tumiritinga
Linha 347: Linha 400:
 
|127
 
|127
 
|97
 
|97
 +
|92
 
|-
 
|-
 
|Resplendor
 
|Resplendor
Linha 353: Linha 407:
 
|185
 
|185
 
|155
 
|155
 +
|147
 
|-
 
|-
 
|Aimorés
 
|Aimorés
Linha 359: Linha 414:
 
|47
 
|47
 
|41
 
|41
 +
|47
 
|-
 
|-
 
|Itueta
 
|Itueta
Linha 365: Linha 421:
 
|59
 
|59
 
|82
 
|82
 +
|54
 
|-
 
|-
 
|Periquito
 
|Periquito
Linha 371: Linha 428:
 
|37
 
|37
 
|38
 
|38
 +
|0
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 378: Linha 436:
 
|'''1.977'''
 
|'''1.977'''
 
|'''2.121'''
 
|'''2.121'''
 +
|'''1.972'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="11" |Itabira – Coronel Fabriciano
 
| rowspan="11" |Itabira – Coronel Fabriciano
Linha 385: Linha 444:
 
|152
 
|152
 
|198
 
|198
 +
|191
 
|-
 
|-
 
|Belo Oriente
 
|Belo Oriente
 
|MG
 
|MG
 
|36
 
|36
 +
|0
 
|0
 
|0
 
|0
 
|0
Linha 397: Linha 458:
 
|404
 
|404
 
|393
 
|393
 +
|354
 
|-
 
|-
 
|Ipatinga
 
|Ipatinga
Linha 403: Linha 465:
 
|830
 
|830
 
|881
 
|881
 +
|879
 
|-
 
|-
 
|Itabira
 
|Itabira
Linha 409: Linha 472:
 
|1078
 
|1078
 
|1101
 
|1101
 +
|1087
 
|-
 
|-
 
|João Monlevade
 
|João Monlevade
Linha 415: Linha 479:
 
|1072
 
|1072
 
|1024
 
|1024
 +
|1055
 
|-
 
|-
 
|Nova Era
 
|Nova Era
Linha 421: Linha 486:
 
|61
 
|61
 
|90
 
|90
 +
|92
 
|-
 
|-
 
|Santana do Paraíso
 
|Santana do Paraíso
Linha 426: Linha 492:
 
|84
 
|84
 
|100
 
|100
 +
|77
 
|77
 
|77
 
|-
 
|-
Linha 433: Linha 500:
 
|282
 
|282
 
|306
 
|306
 +
|295
 
|-
 
|-
 
|Antonio Dias
 
|Antonio Dias
Linha 439: Linha 507:
 
|46
 
|46
 
|74
 
|74
 +
|67
 
|-
 
|-
 
|Rio Piracicaba
 
|Rio Piracicaba
Linha 445: Linha 514:
 
|57
 
|57
 
|62
 
|62
 +
|71
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 452: Linha 522:
 
|'''4.083'''
 
|'''4.083'''
 
|'''4.205'''
 
|'''4.205'''
 +
|'''4.167'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="5" |Mariana
 
| rowspan="5" |Mariana
Linha 459: Linha 530:
 
|743
 
|743
 
|693
 
|693
 +
|901
 
|-
 
|-
 
|Congonhas
 
|Congonhas
Linha 465: Linha 537:
 
|270
 
|270
 
|185
 
|185
 +
|146
 
|-
 
|-
 
|Mariana
 
|Mariana
Linha 471: Linha 544:
 
|435
 
|435
 
|395
 
|395
 +
|438
 
|-
 
|-
 
|Ouro Preto
 
|Ouro Preto
Linha 477: Linha 551:
 
|138
 
|138
 
|168
 
|168
 +
|166
 
|-
 
|-
 
|Santa Barbara
 
|Santa Barbara
Linha 483: Linha 558:
 
|138
 
|138
 
|127
 
|127
 +
|161
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL'''
 
|'''TOTAL'''
Linha 490: Linha 566:
 
|'''1.724'''
 
|'''1.724'''
 
|'''1.568'''
 
|'''1.568'''
 +
|'''1.813'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="3" |BH – N.Sra Aparecida/ Paraopeba
 
| rowspan="3" |BH – N.Sra Aparecida/ Paraopeba
Linha 497: Linha 574:
 
|134
 
|134
 
|110
 
|110
 +
|109
 
|-
 
|-
 
|Contagem  
 
|Contagem  
Linha 503: Linha 581:
 
|875
 
|875
 
|859
 
|859
 +
|708
 
|-
 
|-
 
|Esmeraldas
 
|Esmeraldas
Linha 508: Linha 587:
 
|0
 
|0
 
|32
 
|32
 +
|87
 
|87
 
|87
 
|-
 
|-
Linha 516: Linha 596:
 
|'''2.764'''
 
|'''2.764'''
 
|'''2.624'''
 
|'''2.624'''
 +
|'''903'''
 
|-
 
|-
 
|'''TOTAL GERAL'''
 
|'''TOTAL GERAL'''
Linha 523: Linha 604:
 
|'''20.829'''
 
|'''20.829'''
 
|'''20.079'''
 
|'''20.079'''
 +
|'''20.012'''
 
|}
 
|}
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por nívies Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 15:07 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2017 jun 14 ]
+
Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 15:07 horas. Disponível em -- <nowiki>http://www.pastoraldacrianca.org.br</nowiki> – [ 2017 jun 14 ]
 
 
'''Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016'''
 
  
[http://doc.pastoraldacrianca.org.br/share/s/x9YvSaR8SvS5bXmRzIXzsw Mapa da variação projeto MG e ES]
+
'''Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016'''[[Arquivo:Metas MGeES.png|esquerda|miniaturadaimagem|Acompanhamento metas MG e ES]][http://doc.pastoraldacrianca.org.br/share/s/x9YvSaR8SvS5bXmRzIXzsw Mapa da variação projeto MG e ES]
  
Os setores que apresentaram maior variação no acompanhamento de crianças foram os setores de Belo Horizonte Conceição/Guia com 14,45% e Governador Valadares 7,29%.  
+
Os Setores que apresentaram maior variação no acompanhamento de crianças foram os Setores de Belo Horizonte Conceição/Guia com 14,45% e Governador Valadares 7,29%.  
  
= Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios de expansão =
+
= Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios em expansão =
O setor de (124) Grajaú/MA entrou no Projeto Expansão com dados do 4º trimestre de 2014. Desde o início, os municípios de Itaipava do Grajaú e Formosa da Serra Negra estão no expansão. Os municípios de Dom Pedro, Formosa da Serra Negra, Tuntum, Fernando Falcão e Grajaú (Ramo 6494 São Francisco de Assis) entraram no expansão com dados do 2º trimestre de 2016.   
+
O Setor de Grajaú (MA) entrou no Projeto de Expansão com dados do 4º trimestre de 2014. Desde o início, os municípios de Itaipava do Grajaú e Formosa da Serra Negra estão no expansão. Os municípios de Dom Pedro, Formosa da Serra Negra, Tuntum, Fernando Falcão e Grajaú (Ramo São Francisco de Assis) entraram no expansão com dados do 2º trimestre de 2016.   
  
Na comparação do 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016, no setor de Grajaú houve uma queda de 1.963 crianças acompanhadas. O município de Fernando Falcão se destacou com um aumento de 106 crianças acompanhadas.
+
Na comparação do 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016, no Setor de Grajaú houve uma queda de 1.963 crianças acompanhadas. O município de Fernando Falcão se destacou com um aumento de 106 crianças acompanhadas.
  
 
'''Número de crianças por município'''
 
'''Número de crianças por município'''
Linha 545: Linha 625:
 
|'''4º tri 2015'''
 
|'''4º tri 2015'''
 
|'''4º tri 2016'''
 
|'''4º tri 2016'''
 +
|'''2º tri 2017'''
 
|-
 
|-
 
| rowspan="7" |Grajaú
 
| rowspan="7" |Grajaú
Linha 552: Linha 633:
 
|553
 
|553
 
|378
 
|378
 +
|257
 
|-
 
|-
 
|Dom Pedro
 
|Dom Pedro
Linha 557: Linha 639:
 
|704
 
|704
 
|602
 
|602
 +
|127
 
|-
 
|-
 
|Formosa da Serra Negra
 
|Formosa da Serra Negra
Linha 562: Linha 645:
 
|357
 
|357
 
|146
 
|146
 +
|9
 
|-
 
|-
 
|Tuntum
 
|Tuntum
Linha 567: Linha 651:
 
|578
 
|578
 
|548
 
|548
 +
|537
 
|-
 
|-
 
|Fernando Falcão
 
|Fernando Falcão
Linha 572: Linha 657:
 
|806
 
|806
 
|912
 
|912
 +
|0
 
|-
 
|-
 
|Sítio Novo
 
|Sítio Novo
Linha 577: Linha 663:
 
|1.111
 
|1.111
 
|377
 
|377
 +
|323
 
|-
 
|-
 
|Grajaú – Ramo 6494 São Francisco de Assis
 
|Grajaú – Ramo 6494 São Francisco de Assis
 
|876
 
|876
 
|967
 
|967
 +
|141
 
|141
 
|141
 
|-
 
|-
Linha 587: Linha 675:
 
|'''5.077'''
 
|'''5.077'''
 
|'''3.103'''
 
|'''3.103'''
 +
|'''1.394'''
 
|}
 
|}
  
Linha 595: Linha 684:
 
[http://doc.pastoraldacrianca.org.br/share/s/dToNGM6oQ76pegntofWpPQ Mapa da Variação Grajaú]
 
[http://doc.pastoraldacrianca.org.br/share/s/dToNGM6oQ76pegntofWpPQ Mapa da Variação Grajaú]
  
O município de Fernando Falcão cresceu 13,20% no acompanhamento de crianças. Os demais municípios apresentaram queda, sendo que Sítio Novo teve perda de 66,04% no acompanhamento de crianças.
+
O município de Fernando Falcão (CE) cresceu 13,20% no acompanhamento de crianças. Os demais municípios apresentaram queda, sendo que Sítio Novo teve perda de 66,04% no acompanhamento de crianças.
  
Os setores de Bom Jesus do Gurgueia (PI) e Iguatu (CE) deixaram de participar do Projeto Expansão no início do ano de 2017.
+
Os Setores de Bom Jesus do Gurgueia (PI) e Iguatu (CE) deixaram de participar do Projeto Expansão no início do ano de 2017.

Edição atual tal como às 16h45min de 31 de janeiro de 2018

Setores Expansão

Setores com situação favorável para acompanhar todas as crianças pobres

Apresentação

O Projeto de Expansão, tem início com base nos dados do 4° trimestre de 2012, quando a Pastoral da Criança acompanhava em torno de um milhão e duzentas mil crianças, mas que correspondia apenas 13% de todas as crianças pobres no Brasil e de acordo com o Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem no Brasil 9.322.433 crianças de 0 a 6 anos pobres.

Diante desta informação, a partir do 1º trimestre de 2013, percebeu-se a necessidade de expandir a Pastoral da Criança nas paróquias e comunidades pobres das dioceses, para acompanhar mais gestantes, crianças e suas famílias. Assim, foram definidas as dioceses que teriam foco na expansão, principalmente nos estados do norte e nordeste do Brasil.

Para alguns Setores da expansão utilizou-se a estratégia de atuação com foco no acompanhamento de missionários, estes possuem um amplo conhecimento e anos de experiência e de atuação na organização. O objetivo principal é de implantar, consolidar e expandir as ações da Pastoral da Criança nas comunidades de maior pobreza, contribuindo significativamente para a redução das desigualdades e defesa dos direitos das crianças em situação de vulnerabilidade.

Os missionários acompanham os municípios previamente estabelecidos e têm o papel fundamental de formar equipes e líderes locais, que darão continuidade ao trabalho após sua a saída. Estes se dispõem a ficar um tempo "in loco" com dedicação exclusiva e recebem uma formação complementar para esta missão.

Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos Estados do Maranhão e Pará

Dos municípios contemplados pelo Projeto, seis deles merecem destaque: Cidelândia, São Francisco do Brejão, Vila Nova dos Martírios, Eldorado dos Carajás, Igarapé do Meio e Vitória do Mearim, uma vez que antes da iniciativa não contavam com a Pastoral da Criança e no 4º trimestre de 2016, somam 811 crianças acompanhadas mensalmente. Para este projeto contamos com o apoio da Fundação Vale.

Ressaltamos alguns municípios que tiveram maior crescimento no acompanhamento de crianças, comparando o início do projeto com o 4º trimestre 2016: Imperatriz e Santa Inês (MA), Eldorado dos Carajás, Marabá, Parauapebas (PA).

Número de crianças por município.

Nome do setor Nome do município Estado Início do Projeto1º tri 2013 4º tri 2015 4º tri 2016 2º tri 2017
Coroatá Anajatuba MA 0 0 0 0
Arari 84 176 191 183
Itapecuru Mirim 324 438 318 335
Miranda do Norte 64 125 139 93
TOTAL 472 739 647 611
Imperatriz Açailândia MA 616 617 716 583
Cidelândia 0 124 97 72
Imperatriz 254 598 520 364
Itinga do Maranhão 85 183 181 176
São Francisco do Brejão 0 23 57 32
São Pedro da Água Branca 189 356 213 129
Vila Nova dos Martírios 0 159 127 120
TOTAL 1.144 2.060 1.911 1.476
Marabá Canaã dos Carajás PA 197 258 235 198
Curionópolis 191 239 190 179
Eldorado dos Carajás 0 196 220 265
Marabá 660 796 915 789
Parauapebas 237 742 701 664
TOTAL 1.285 2.230 2.261 2.095
São Luís do Maranhão Bacabeira MA 18 0 0 0
São Luís 1.731 2.278 1.929 2.000
TOTAL 1.749 2.278 1.929 2.000
Viana Igarapé do Meio MA 0 199 146 33
Monção 244 442 186 142
Pindaré-Mirim 177 0 222 287
Santa Inês 189 629 468 287
Tufilândia 108 33 0 0
Vitória do Mearim 0 178 164 128
TOTAL 718 1.480 1.185 976
Zé Doca Bom Jardim MA 106 225 74 118
TOTAL 106 225 74 118
TOTAL GERAL 5.474 9.012 8.008 7.276

Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 10:58 horas. Disponível em -- http://www.pastoraldacrianca.org.br – [ 2017 jun 14 ]

Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016

Acompanhamento metas MA e PA

Mapa da Variação Projeto MA e PA

Na comparação entre os 4º trimestres de 2015 e de 2016, o setor destaque é Marabá (PA), que apresentou crescimento de 1,40% no acompanhamento de crianças. Os demais setores em expansão apresentaram queda no acompanhamento de crianças. Em percentual, o setor que teve a menor queda foi Imperatriz (MA) com 7,23% e o setor que apresentou a maior queda foi Zé Doca (MA) com perda de 67,16% no acompanhamento de crianças.

Resultados do acompanhamento de crianças nos municípios em expansão nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo

‎ A tabela abaixo apresenta a evolução dos setores em expansão comparando o início do projeto no 3º trimestre de 2013 ao 4º trimestre 2016. A variação em número absoluto demonstra que os setores que se destacaram pelo crescimento no acompanhamento de crianças são: Itabira/Coronel Fabriciano (MG) com 930 crianças, Colatina (ES) com 578 crianças e Belo Horizonte Conceição/Guia (MG) com 416 crianças.

Os municípios com maior crescimento no acompanhamento desde o início do projeto foram: Serra (ES) com 783 crianças, Santa Luzia com 416 crianças, Itabira com 329 crianças, Colatina com 323 crianças, Baixo Guandu com 283 crianças, João Monlevade com 249 crianças e Barão de Cocais com 162 crianças.

Número de crianças por município

Nome do Setor Nome do município Estado Início do Projeto

3º tri 2013

4º tri 2015 4º tri 2016 2º tri 2017
Colatina Aracruz ES 1.118 1195 978 1039
Colatina ES 987 1657 1310 1334
Ibiraçu ES 215 294 339 351
João Neiva ES 155 164 142 224
Baixo Guandu ES 0 242 283 217
TOTAL 2.475 3.551 3.053 3165
Vitória Fundão ES 172 203 187 271
Cariacica ES 2.541 2229 1782 1724
Serra ES 2.607 3257 3390 3283
TOTAL 5.320 5.689 5.359 5.279
BH – N.Sra Esperança/ Piedade Belo Horizonte MG 2.551 2096 1976 1920
Sabará MG 62 77 69 85
Caeté MG 64 27 25 26
TOTAL 2.677 2.200 2.071 2.031
BH – N. Sra. Conceição/Guia Santa Luzia MG 231 565 647 681
TOTAL 231 565 647 681
Governador Valadares Conselheiro Pena MG 186 170 149 188
Governador Valadares MG 1.398 1352 1558 1443
Tumiritinga MG 121 127 97 92
Resplendor MG 18 185 155 147
Aimorés MG 0 47 41 47
Itueta MG 0 59 82 54
Periquito MG 0 37 38 0
TOTAL 1.723 1.977 2.121 1.972
Itabira – Coronel Fabriciano Bela Vista de Minas MG 124 152 198 191
Belo Oriente MG 36 0 0 0
Coronel Fabriciano MG 402 404 393 354
Ipatinga MG 822 830 881 879
Itabira MG 772 1078 1101 1087
João Monlevade MG 775 1072 1024 1055
Nova Era MG 78 61 90 92
Santana do Paraíso MG 84 100 77 77
Timóteo MG 182 282 306 295
Antonio Dias MG 0 46 74 67
Rio Piracicaba MG 0 57 62 71
TOTAL 3.275 4.083 4.205 4.167
Mariana Barão de Cocais MG 531 743 693 901
Congonhas MG 304 270 185 146
Mariana MG 299 435 395 438
Ouro Preto MG 26 138 168 166
Santa Barbara MG 0 138 127 161
TOTAL 1.160 1.724 1.568 1.813
BH – N.Sra Aparecida/ Paraopeba Brumadinho MG 102 134 110 109
Contagem MG 1125 875 859 708
Esmeraldas MG 0 32 87 87
TOTAL 1.227 2.764 2.624 903
TOTAL GERAL 18.088 20.829 20.079 20.012

Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 15:07 horas. Disponível em -- http://www.pastoraldacrianca.org.br – [ 2017 jun 14 ]

Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016
Acompanhamento metas MG e ES
Mapa da variação projeto MG e ES

Os Setores que apresentaram maior variação no acompanhamento de crianças foram os Setores de Belo Horizonte Conceição/Guia com 14,45% e Governador Valadares 7,29%.

Resultados de acompanhamento de crianças nos municípios em expansão

O Setor de Grajaú (MA) entrou no Projeto de Expansão com dados do 4º trimestre de 2014. Desde o início, os municípios de Itaipava do Grajaú e Formosa da Serra Negra estão no expansão. Os municípios de Dom Pedro, Formosa da Serra Negra, Tuntum, Fernando Falcão e Grajaú (Ramo São Francisco de Assis) entraram no expansão com dados do 2º trimestre de 2016.

Na comparação do 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016, no Setor de Grajaú houve uma queda de 1.963 crianças acompanhadas. O município de Fernando Falcão se destacou com um aumento de 106 crianças acompanhadas.

Número de crianças por município

Nome do setor Nome do município Estado Início do Projeto 4º tri 2015 4º tri 2016 2º tri 2017
Grajaú Itaipava do Grajaú MA 503 553 378 257
Dom Pedro 332 704 602 127
Formosa da Serra Negra 360 357 146 9
Tuntum 587 578 548 537
Fernando Falcão 878 806 912 0
Sítio Novo 496 1.111 377 323
Grajaú – Ramo 6494 São Francisco de Assis 876 967 141 141
TOTAL 4.031 5.077 3.103 1.394

Fonte: Sistema de Informação da Pastoral da Criança. Relatório Extrato de Indicadores, Abrangência por níveis Coordenação Nacional, Comparação entre os trimestres 4/2016 e 4/2015, Folha de Acompanhamento Digitada até 14/06/2017 às 13:54 horas. Disponível em -- http://www.pastoraldacrianca.org.br – [ 2017 jun 14 ]

Variação de Acompanhamento de crianças no 4º trimestre dos anos de 2015 e 2016

Mapa da Variação Grajaú

O município de Fernando Falcão (CE) cresceu 13,20% no acompanhamento de crianças. Os demais municípios apresentaram queda, sendo que Sítio Novo teve perda de 66,04% no acompanhamento de crianças.

Os Setores de Bom Jesus do Gurgueia (PI) e Iguatu (CE) deixaram de participar do Projeto Expansão no início do ano de 2017.